ANTES QUE
SEJA TARDE

Há três mil anos, uma religião dominante tem estigmatizado como subumano mais de um terço da população indiana. Esse grupo, conhecido como dalit, os intocáveis, de acordo com estatísticas, estão entre 200 e 300 milhões. Essas pessoas são expostas à escravidão, ao tráfico para exploração sexual, à discriminação e extrema pobreza.

Antes que seja tarde é uma narrativa cuja ideia é levantar a bandeira de libertação e restauração de um povo sofrido. Embora a obra trate da situação de um povo que habita a milhares de quilômetros dos brasileiros, a exploração sexual, a discriminação e a pobreza extrema são problemas que ocorrem com diversos povos no mundo todo, inclusive no Brasil. Por isso, esse material é uma maneira de levar a Igreja a atender o seu papel diante dessa dolorosa realidade.

Antes que seja tarde é um convite – e um desafio – a unir esforços para levar liberdade e esperança aos que sofrem em todo o mundo.

Matthew Cork & Kenneth Kemp

Em Breve »
Lançamento previsto: 21/07/2014.
Matthew Cork

Matthew Cork

Exerceu vários papéis na obra de Deus ao longo de muitos anos na Friends Church, em Orange County, Califórnia, incluindo ministro de louvor, pastor-executivo e o atual cargo, pastor líder. Também assumiu a produção executiva do filme Antes que seja tarde, cuja temática está vinculada a este livro. Matthew mora em Yorba Linda com sua esposa, Mardi, e seus três filhos: Nolan, Sophie e Ella.

Kenneth Kemp

Kenneth Kemp

Tem escrito desde que ganhou reconhecimento por uma história sobre Natal, quando ainda cursava o sétimo ano. Confesso amante das letras, trabalha como diretor de desenvolvimento da regional americana da Operation Mobilization. Ken viu sua esposa, Carolyn, dar à luz seus três filhos e ficara maravilhado desde então. Hoje, o casal dá as boas-vindas aos netos. Ele mora em Orange County, Califórnia.

Nenhum de nós está livre enquanto uns são escravizados.

O livro Antes que seja tarde, escrito pelo pastor californiano Matthew Cork, descreve a triste realidade dos dalits, à qual ele teve acesso pela primeira vez em 2007, em uma viagem a Hyderabad, na Índia. Lá, ele foi impactado ao ver crianças esmolando no aeroporto; idosas varrendo sarjetas e famílias morando dentro de tubulações de cimento descartadas. Foi em Hyderabad que Cork conheceu as amarras sistemáticas às quais esse povo tem estado preso por milhares de anos.

Este livro é uma narrativa cuja ideia é levantar a bandeira de libertação e restauração de um povo sofrido. “Mesmo os mais renomados autores encontram dificuldade em descrever o grave impacto dessa opressão monstruosa sobre a mente, o coração e a alma das vítimas do sistema de castas”, destaca, no prefácio do livro, o Dr. Joseph D’souza, presidente da Dalit Freedom Network.

Embora a obra trate da situação de um povo que habita a milhares de quilômetros dos brasileiros, a exploração sexual, a discriminação e a pobreza extrema são problemas que ocorrem com diversos povos no mundo todo, inclusive no Brasil. Por isso, esse material é uma maneira de levar a Igreja a atender o seu papel diante dessa dolorosa realidade, tendo como exemplo os dalits. “Todos os que se importam com liberdade, justiça, redenção, reconciliação e visão encontrarão, nestas páginas, encorajamento, motivação e direção. A causa do povo dalit inspira libertação por todo o mundo”, ressalta D’ souza.

A jornada de Matthew Cork, descrita nessa obra, mudará seu modo de pensar e o conduzirá a um universo repleto de coragem, solidariedade e amor ao próximo. Antes que seja tarde é um convite – e um desafio – a unir esforços para levar liberdade e esperança aos que sofrem em todo o mundo. Por que não começar agora, antes que seja tarde?

Leia o 1º capítulo

Em Breve »
Lançamento previsto: 21/07/2014.

Caden (Cody Longo) tem o mundo aos seus pés. Devido à riqueza de seu pai, ele desfruta do sonho de qualquer jovem de sua idade, adquirindo caprichos, como carros, bebidas, festas e viagens ao redor do mundo. Mas o que fazer quando o que era sonho se torna um pesadelo?

Entre uma festa e outra, ele decide viajar com os amigos para a desigual e pobre cidade de Hyderabad, na Índia, por pura curtição, na expectativa de aproveitar baladas intermináveis. Porém, ele não contava com sua consciência, a qual é atormentada pelas imagens de Kiran (Walid Amini), um pai desesperado que vende sua filha, Annika (Persis Karen), na esperança de que sua pequena tenha uma expectativa melhor de vida após o jovem negar-lhes ajuda.

Na verdade, Caden tenta virar as costas e fugir da realidade que poucos conhecem – o tráfico de pessoas e as condições desumanas a que os dalits, a exemplo de Kiran, são submetidos todos os dias naquela nação. Entretanto, as orações de sua mãe e de sua namorada o fazem enxergar um propósito para sua vida, além de uma nova e improvável amizade que surge quando volta atrás e escolhe ajudar Kiran na busca por sua filha, Annika, antes que seja tarde. A vida, a esperança e a liberdade dependem apenas de uma atitude: envolver-se para transformar vidas hoje.