Missionário-RR-Soares_banner

A felicidade faz anunciar Jesus

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017 | 725 acessos | Deixe seu comentário!

Encontrar Jesus dá uma felicidade que não se compara a nada neste mundo. Ela é maior do que quando todas as coisas vão bem. Só quem ouviu a voz de Deus sabe da satisfação que encheu a sua alma ao escutá-la. Certamente, Filipe estava satisfeito pelo fato de ter sido chamado pelo Mestre. Agora, a sua alma queria transmitir a alegria sentida ao encontrar o Salvador. Isso é comum a quem descobre o Filho de Deus, pois a procura cessa.

Nem sempre essa alegria é percebida pelas pessoas a quem evangelizamos, e isso é frustrante. Às vezes, nós nos lembramos de amigos e familiares, dirigimo-nos até eles e lhes falamos do amor de Cristo. No entanto, ficamos decepcionados com a insensibilidade deles de sentir o mesmo que nós. Ora, isso significa que eles não estão preparados para ser salvos e precisam de um pouco mais de oração e do amor de Deus.

Ao encontrar Natanael, a quem procurara para dar a Boa Notícia, Filipe viu que, muitas vezes, é difícil convencer alguém da Verdade. Esse é o tipo de batalha que devemos travar no dia a dia. Ela mostra que as pessoas estão na incredulidade, no engano, na prostituição, nos vícios ou em alguma religião, porque a obra do inimigo as impede de abrir o coração para o Senhor. É preciso guerrear mesmo!

Com satisfação, ele disse a Natanael que haviam encontrado Aquele de quem Moisés escreveu. Porém, como se tivesse jogado um balde de água fria na fogueira do coração de Filipe, seu amigo perguntou-lhe de onde Ele era. Então, ao ouvir que o Mestre era de Nazaré, perguntou se daquela cidade podia vir alguma coisa boa (Jo 1.46). Ora, todos os lugares têm gente boa e gente má. Agora, se algumas pessoas de determinado local se entregam ao erro, isso não significa que todos dali são errados.

Era só questão de conferir se, de fato, Jesus era ou não o mencionado por Moisés: Porque Moisés disse: O Senhor, vosso Deus, levantará dentre vossos irmãos um profeta semelhante a mim; a ele ouvireis em tudo quanto vos disser (At 3.22). Natanael não quis verificar isso, pois o que importava para ele era de onde o Messias provinha. Puro preconceito que engana e destrói.

Por que ele não perguntou ao Senhor sobre o homem que Filipe afirmou ter conhecido? Se fosse o prometido, o Altíssimo testemunharia em favor dEle. Não seria Ele o Renovo de Davi, de quem Jeremias escreveu? Do mesmo modo, muitas vezes, vemos o ministério de pessoas levantadas por Deus ser reduzido a nada, porque o servo escolhido, preparado e enviado veio de uma região não muito bem falada. Misericórdia!

Ter cautela é bom, mas ser preconceituoso não é saudável. Todos devem ser conhecidos pelo fruto produzido e não por causa dos conterrâneos que se deixaram levar pelas tentações. O critério do Senhor em escolher quem servirá a Ele é visto pela resposta que as pessoas dão ao Seu toque no coração delas, quando ouvem a respeito do Salvador, e não por sua origem.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (0) (média: 0,00 de 5)
Loading...Loading...

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *