Blog

Topo-seis-segredos

Sonhos destruídos, casamentos desfeitos

quinta-feira, 1 de junho de 2017 | 224 acessos | Deixe seu comentário!

Talvez o casal ainda esteja vivendo o auge da felicidade conjugal. Porém, é bastante provável que a pessoa e seu cônjuge tenham pisado em falso nesse patamar elevado e tido uma ou duas quedas. Sejamos sinceros: o casamento não é tão fácil ou mágico como se espera, não é verdade?

Independentemente de qual seja a sua situação conjugal, creio que concorde conosco, pois viver o sonho do casamento no mundo real tem sido cada vez mais difícil para a maioria dos casais modernos. Bem como, quase sempre, um relacionamento conjugal com problemas termina em separação.

É preciso lembrar que o divórcio vai além das estatísticas. Ele envolve pessoas reais com sonhos e dores reais. Provavelmente, alguns dos seus familiares mais próximos – pais, filhos, irmãos – tenham se divorciado. Talvez essa seja a sua realidade. Nesse caso, você e 70% dos norte-americanos conhecem essa tragédia na prática.

Além de ser uma estatística populacional ou uma tendência social, o divórcio representa o rompimento da conexão entre dois corações cujo sonho de felicidade foi destruído. Simboliza a morte do relacionamento entre pessoas as quais esperavam viver a segurança e a felicidade da unidade emocional pela vida toda.

A maioria dos casais concorda que o relacionamento conjugal vai além da alegria e da excitação da lua de mel. Eles sabem que estar casado na vida real inclui inúmeros altos e baixos relacionais. Ambos não estão trabalhando de maneira consciente para construir algo duradouro, o casamento ideal está correndo riscos.

Geralmente, o desgaste começa devagar, quase sem ser notado. O indivíduo pode dizer: “A nossa relação está longe de ser um sonho, mas estamos comprometidos. Nós não pensamos em nos divorciar”.

É verdade, a separação física pode não fazer parte dos seus planos. Mesmo assim, se os dois não tomarem medidas específicas para construir um amor duradouro, o casamento descambará rumo à separação emocional. O casal pode até não sair de casa fisicamente, mas é possível entrar no processo de se abandonarem afetiva e intimamente. Serão estranhos entre si e para os seus filhos.

* Trecho do livro Seis segredos para um amor duradouro, de Dr. Gary e Barbara Rosberg

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (0) (média: 0,00 de 5)
Loading...Loading...

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Receba as novidades da Graça Editorial diretamente no seu e-mail.

Você poderá participar de sorteios de brindes e vales descontos.

Nome completo
E-mail *
×